MS Paris COMUNICADO!!!


A MS PARIS, tomou conhecimento de que circula nas redes sociais e aplicativos de comunicação, a informação inverídica, caluniosa e no mínimo fraudulenta de que a empresa não cumpriu com o seu Manual de Operações ao não conceder o Bônus Viagem em 2018 e 2019 aos possíveis ganhadores. Faz-se necessário anunciar que as medidas legais tanto nas esferas cíveis e criminais estão sendo tomadas em face dos especuladores que buscam macular a imagem da MS Paris, espalhando noticiais falsas e criminosas. De qualquer forma, a MS Paris, nunca agiu de maneira escusa quanto aos benefícios a serem distribuídos aos seus operadores, contudo, como é de conhecimento dos usuários e consultores, a contagem da pontuação para conquista do prêmio viagem é ponto-a-ponto (unilevel), portanto, nem todos os graduados possuem o direito ao Bônus Viagem. Destarte, a MS Paris juntamente com sua equipe técnica, iniciou uma auditoria interna, para apreciar conta-a-conta e de prima encontrou no ano de 2018, possíveis 04 (quatro) ganhadores do Bônus Viagem, contudo, salvo uma exceção, os demais se encontram inadimplentes com a MS Paris, portanto, lhes faltam indicativos para que possam gozar do prêmio, devendo regularizar a pendência financeira com a MS Paris, para então poderem gozar dos prêmios merecidos. De outra banda, quanto ao ano de 2019, em primeira analise a auditoria encontrou possíveis 06 ganhadores do prêmio viagem, contudo, de acordo com o manual, estes colaboradores deveriam permanecer na rede pelo prazo de 12 meses da conquista do prêmio ou a obrigatoriedade de devolver o valor da viagem, ocorre que antes mesmo de receberem o Bônus Viagem, estes desistiram do negócio, portanto, carecem aos mesmos a cobrança de qualquer bonificação, inclusive, alguns destes ganhadores estão inadimplentes com a MS Paris. Pelo exposto, todo e qualquer consultor que entender ser beneficiário do prêmio viagem, deve enviar aos correios eletrônicos fabio@alteiaadvogados.com.br e financeiro@msparis.com.br, os seguintes dados: Nome completo, usuário, nº. do ID, graduação e data da última ativação, bem como, os meses da pontuação real. Com os dados acima, o departamento jurídico, juntamente com a MS Paris, procederão com a análise dos dados e emitirão no prazo de 15 dias, a resposta ao pedido de maneira individual e sigilosa.